Investigação Conjugal

Investigação Conjugal

Infelizmente, os relacionamentos têm altos e baixos. No entanto, quando a situação é realmente crítica é possível que surja a traição. Ser infiel é uma das formas de fugir dos problemas conjugais e buscar refúgio nos braços de outra pessoa. Mesmo sendo uma solução aparentemente adequada para quem trai, o par costuma sofrer muito ao desconfiar que a pessoa com a qual se relaciona está sendo infiel.

Quando as dúvidas surgem, é fundamental contar com um profissional especializado na comprovação da infidelidade. É nessas horas que se recomenda os serviços de um detetive particular.

O detetive particular é um profissional capacitado e experiência que busca através de provas comprovar ou descartar uma traição. Embora, possa ser especializado em outras áreas, o detetive particular que atua prestando serviços de investigação conjugal conta com expertise suficiente para proporcionar informações sólidas ao cliente.

Quando contratar um detetive particular para realizar uma investigação conjugal?

A contratação de um detetive particular é requerida quando o par assume atitudes e comportamentos diferentes aos seus de costume. Isto é, um dos principais indícios de infidelidade é quando a pessoa começa a ter constantes oscilação de humor, comportamento e atitudes. Mas, quais são as principais evidências de uma possível traição?

Veja a seguir quais são as principais razões para desconfiar de uma infidelidade:

  • Mudança de humor, comportamento e atitudes (citado acima);
  • Alterações na rotina;
  • Oscilação das preferências;
  • Inicio de novas amizades sem incluir o par;
  • Inicio de novas atividades;
  • Super proteção dos seus dispositivos móveis;
  • Falar baixo ao telefone, quase em tom de sussurro.

Essas são apenas alguns indícios que podem evidenciar uma traição, contudo, que estas situações ocorram não quer dizer que você está oficialmente perante uma traição. O detetive particular trabalha para verificar se essas suas suspeitas estão corretas ou se não passam de situações peculiares.

A investigação conjugal precisa ser feita de forma sigilosa, para que o par não reconheça as ações do detetive e não mude de comportamento em prol disso. Também não é interessante que a pessoa-alvo tenha ciência que está sendo investigada haja vista que isso poderá ser mais um fator para que a relação sucumba de vez.

Além desses motivos, o sigilo da investigação é uma cláusula presente no contrato de prestação de serviço assinado por ambas as partes envolvidas. Assim, ninguém mais além do profissional e do contratante ficará a par do que está acontecendo no seu relacionamento.

Solicite seu orçamento

Leave a Reply