Detetive particular pode auxiliar no processo do divórcio?

Detetive particular pode auxiliar no processo do divórcio?

detetive auxilia divorcio

Atualmente, muitos casos de divórcio têm origem nas relações extraconjugais, entretanto, apenas a suspeita de uma traição já pode transformar um casamento em uma situação inviável, com diversos problemas entre os cônjuges.

Em casos de processo de divórcio, a contratação de um detetive particular pode ser uma alternativa para minimizar os danos.

Como o detetive particular auxilia em casos de divórcio?

A suspeita da infidelidade, sem a devida confirmação, é a responsável recorrente por causar desgastes matrimoniais que resultam em divórcios.

Nesses casos, a contratação de um detetive particular para conduzir uma investigação profissional que possa revelar a veracidade dos fatos é fundamental para não gerar uma suspeita indevida.

A confirmação de um caso extraconjugal permite que, caso o divórcio ocorra, ele seja baseado em fatos confirmados que possam ser apresentados em juízo caso necessário.

Da mesma forma, caso o detetive particular apresente um relatório que refute a hipótese de traição, a confiança entre o casal pode ser reestabelecida e a investigação funcionar como um determinante na vida matrimonial dessas pessoas.

Em quais casos o detetive particular pode ser contratado?

Além de situações nas quais existe uma suspeita entre o casal e uma das partes queira confirmar a existência ou não de uma traição, existem outras situações que envolvem a vida matrimonial nas quais o detetive pode se fazer necessário.

Uma das possibilidades de auxílio de uma investigação particular no caso de divórcio é quando o interessado na separação desconfia que o parceiro (a) esteja escondendo bens, como imóveis, veículos e contas bancárias, para que eles fiquem de fora da divisão de bens do casal.

Nesses casos, o detetive particular pode realizar um levantamento de todos os bens em nome do parceiro, inclusive aqueles que não estão devidamente declarados.

Este tipo de investigação deve ser conduzida com o máximo de sigilo para impedir que o investigado atue de forma a prejudicar a busca pelas informações.

Como escolher a agência de detetives?

A agência de detetives particulares escolhida deve prezar pela confidenciabilidade de todo o processo de investigação e garantir a segurança do cliente por meio de um contrato firmado entre as partes antes do início das investigações.

O contrato também assegura a entrega de um relatório final após o término do caso com todas as informações coletadas e provas, que podem ser usadas em um processo judicial.

Compartilhar Post